Heavy Metal Portugal - Music

    PRIMÓRDIOS DO METAL

    Compartilhe

    Convidad
    Convidado

    PRIMÓRDIOS DO METAL

    Mensagem  Convidad em 06.11.09 2:05

    Atomic Rooster foi uma banda de rock progressivo britânica formada pelos ex-integrantes da banda de Arthur Brown (Crazy World of Arthur Brown), Vincent Crane e Carl Palmer em 1969. Seus únicos singles de sucesso foram lançados em 1971 com "Tomorrow Night" e "The Devil's Answer".

    História
    Em 1970 a banda, que na época contava com (Vincent Crane e Carl Palmer), lançou o auto intitulado álbum de estréia. Entre a partida de Palmer para o Emerson, Lake & Palmer e a gravação do segundo álbum, o guitarrista John Cann entrou na banda, dando nova dimensão a sua música com um distinto som de guitarra que Cann proporionava. O álbum Death Walks Behind You ainda contava com Paul Hammond na bateria.

    Após o sucesso comercial, a banda contou com o vocalista Peter French em seu terceiro álbum In Hearing Of Atomic Rooster. Após esse álbum, Cann, Hammond e French deixaram a banda. Peter French se uniu ao Cactus, enquanto John Cann e Paul Hammond se reuniram com o ex-baixista do Quatermass John Gustafson para fundar o Hard Stuff.

    Vincent Crane reformulou a banda com o ex-vocalista do Colosseum Chris Farlowe, Johnny Mandala e Ric Parnell, a fim de gravar e lançar Made in England. A mesma formação ainda lançou, Nice 'n' Greasy, já com uma nova direção no som, para tristeza dos fãs mais tradicionais

    A banda parou temporariamente até o início da década de 1980, quando Vincent Crane e John Ducann reuniram-se novamente para novos trabalhos.bandas como esta nao existem mais








    Última edição por Guest Ansur em 06.11.09 2:41, editado 3 vez(es)

    Convidad
    Convidado

    KING KRIMSOM

    Mensagem  Convidad em 06.11.09 2:16

    Os King Crimson são um grupo musical inglês formado pelo guitarrista Robert Fripp e pelo baterista Michael Giles em 1969. O estilo musical da banda costuma ser categorizado como rock progressivo, mas a sua sonoridade carrega vários estilos, como jazz, música erudita, new wave, heavy metal e folk.

    O nome King Crimson foi sugerido por Peter Sinfield, sendo uma alusão a Belzebu, princípe dos demónios. De acordo com Fripp, Belzebu seria uma forma ocidentalizada da frase árabe "B'il Sabab.", significando "o homem com um objetivo", apesar de muitos sugerirem que a palavra vêm do hebraíco Ba'al-z'bub, "senhor das moscas".

    Uma parte considerável da história dos Crimson consiste nas várias mudanças que foram ocorrendo na banda ao longo dos anos, sendo Robert Fripp o único elemento consistente do grupo, embora ele diga que não se considera o líder, e que para ele os King Crimson são “uma forma de fazer coisas”,e a consistência musical que tem persistido ao longo da história da banda, apesar da rotação dos seus membros, demonstra bem este ponto de vista.









    Última edição por Guest Ansur em 06.11.09 23:43, editado 1 vez(es)

    Convidad
    Convidado

    CREAM

    Mensagem  Convidad em 06.11.09 11:54

    Cream foi uma banda de blues rock dos anos 1960, formada pelo guitarrista Eric Clapton, pelo baixista Jack Bruce e pelo baterista Ginger Baker.

    Célebres como o primeiro power trio do rock, o som da banda era caracterizado por uma mistura de blues e psicodelia, combinando a técnica apurada de Clapton com a voz suave de Bruce e o ritmo de Baker. O Cream representa o som energético da época, ancorado em num estilo blues familiar; vai de clássicos tradicionais, como "Crossroads" e "Born Under a Bad Sign", às mais excêntricas "Strange Brew" e "Tales of Brave Ulysses", até chegar em "Spoonful" e "Toad". Seus maiores sucessos são "I Feel Free", "Sunshine of Your Love", "White Room",e "Badge" (escrita por Clapton e George Harrison).

    Depois de se separarem em novembro de 1968 os integrantes do Cream voltaram a tocar juntos em 1993, quando a banda foi incluída no Hall da Fama do Rock and Roll. O grupo se reuniu novamente em Maio de 2005, tocando no Royal Albert Hall onde haviam tocado seus últimos concertos em 1968. A última vez que a banda tocou foi em 24 - 26 de Outubro de 2005 no Madison Square Garden.

    Integrantes
    Eric Clapton - guitarra e vocal
    Jack Bruce - baixo e vocal
    Ginger Baker - bateria
    [editar] Discografia
    Fresh Cream
    Disraeli Gears
    Dazed and Cream
    Wheels of Fire
    Goodbye Cream
    Live Cream
    Live Cream Volume 2






    Última edição por Guest Ansur em 06.11.09 23:48, editado 1 vez(es)

    Convidad
    Convidado

    IRON BUTTERFLY

    Mensagem  Convidad em 06.11.09 15:05

    Iron Butterfly é uma banda estadunidense de hard rock e rock psicadélico formada em 1965, ficou conhecida pelo seu sucesso em 1968, com a música "In-A-Gadda-Da-Vida".
    Iron Butterfly surgiu no cenário musical do final da década de 1960, chamado Hard Rock ou Acid Rock e ficou caracterizada pelos solos de guitarra, baixo marcante, bateria pesada e teclados que mesclava rock com música sacra. Em meados de 66, a banda saiu de San Diego e foi para Los Angeles, para fazer shows pequenos clubes. Em 68 assinam contrato com a ATCO e participa de uma turnê com The Doors, Jefferson Airplane, The Grateful, Traffic, The Who e Cream. Lançam o primeiro LP, "Heavy". Logo após Jerry Penrod, Darry DeLoach e Danny Weis deixaram o grupo e foram substituídos pelo guitarrista Erick Brann, de apenas 17 anos e pelo baixista Lee Dorman, ficando apenas o tecladista, vocalista e líder da banda Doug Ingle e o baterista Ron Bushy da formação original. Ainda em 1968, o Iron Butterfly grava o "In-A-Gadda-Da-Vida", a música homônima tem duração de 17:05 minutos e se tornou o hino dos jovens americanos da época. O terceiro LP gravado pelo grupo, "Ball", recebeu o Disco de Ouro. Foi o último álbum de Erick Brann, em seu lugar entraram Mike Pinera e Larry "Rhino" Reinhardt. Em 1970 é gravado "Metamorphosis", e o "Iron Butterfly Live". Em 1971, ano que marca a separação do grupo, é lançado "Best of Iron Butterfly - Evolution". Em meados dos anos 1970, Erick Brann e Ron Bushy, se encontram novamente e gravam os discos "Sun and Steel" e "Schorching Beuty". Em 1997, a banda volta em turnês na Europa e Estados Unidos.

    Álbums
    • Heavy (1968)
    • In-A-Gadda-Da-Vida (1968)
    • Soundtrack to the Savage 7 (1968)
    • Ball (1969)
    • Live (1969)
    • Metamorphosis (1970)
    • Evolution: The Best of Iron Butterfly (1971)
    • Star Collection (1973)
    • Scorching Beauty (1975)
    • Sun and Steel (1976)
    • Rare Flight (1988)
    • Light & Heavy: The Best of Iron Butterfly (1993)
    • In-A-Gadda-Da-Vida Deluxe Edition (1995)

    Sitio oficial:
    http://www.ironbutterfly.com/

    avatar
    snoozevlc

    Número de Mensagens : 1165
    Idade : 25
    Localização : Vale de cambra
    País :
    Data de inscrição : 19/01/2009

    Re: PRIMÓRDIOS DO METAL

    Mensagem  snoozevlc em 06.11.09 18:28

    eu nao li, mas...este topico nao esta um pouco deslocalizado?? :s
    avatar
    King.Babar

    Número de Mensagens : 5805
    Idade : 26
    Localização : Vila Real (arredores)
    País :
    Data de inscrição : 24/03/2009

    Re: PRIMÓRDIOS DO METAL

    Mensagem  King.Babar em 06.11.09 19:08

    snoozevlc escreveu:eu nao li, mas...este topico nao esta um pouco deslocalizado?? :s
    axo q ele ta a falar do antes do metal...
    avatar
    Olaf Azmun-Biköh

    Número de Mensagens : 1558
    Idade : 27
    Localização : Eborae
    País :
    Data de inscrição : 22/06/2009

    Re: PRIMÓRDIOS DO METAL

    Mensagem  Olaf Azmun-Biköh em 06.11.09 23:03

    Bendita seja essa época! Tudo bandas que adoro... King Crimson e Emerson Lake & Palmer estão entre as minhas favoritas, sendo o Prog Rock o meu género favorito.

    Convidad
    Convidado

    Re: PRIMÓRDIOS DO METAL

    Mensagem  Convidad em 06.11.09 23:07

    King.Babar escreveu:
    snoozevlc escreveu:eu nao li, mas...este topico nao esta um pouco deslocalizado?? :s
    axo q ele ta a falar do antes do metal...

    Sim, é isso King Babar!
    A sequência natural destas coisas foi o início do "Metal" como o conhecemos de forma embrionária na década de 1970. Aqueles exemplos que já são muito conhecidos; como led zeppelin, Deep Purple, Black Sabbath até Judas Priest e por ai adiante. Até ter sido reformulado na década de 80 (com outros géneros musicais; o punk por ex.) e chegar aos nossos dias com a variedade que tem.

    Mesmo estes exemplos que estou aqui a apresentar são sequência de outras coisas. Mas isso é outra história e poderá ter o seu tempo, assim o meu tempo permita e a vossa compreensão – nesse sentido – seja favorável também. Mas mal explicado e mal comparado é mais ou menos assim: nada nasce de geração espontânea. Da mesma forma que para tu possas existir hoje têm que existir os teus pais. De igual maneira também tiveram que existir estes projectos; e por ai fora indo atrás no tempo. Pode até não existir uma semelhança directa; mas há uma consanguinidade. É o caso destas bandas que partilham “genes” idênticos com as actuais. Digamos que estas são o “momento da concepção”.

    A “brecha” no tempo que permitiu esta concepção é a “demanda do Santo Grall” de todos os “criadores” e também a procura da originalidade per si; mas não volta a acontecer da mesma forma prolífica e com o mesmo impacto. Pelo menos nos momentos que nos estarão mais próximos (julgo que não); são coisas que acontecem em longos espaços de décadas ou até séculos. E em cada fragmento temporal em que isso acontece, as sociedades têm diferentes formas de se expressar e diferentes meios de expressão – isso invalida estéticas iguais. Contudo até é possível observar esse tipo nuances na continuidade deste ou daquele género – se para isso nos circunscrevermos a tempos mais curtos. Mas as pessoas que estiveram presentes nesta altura foram aquelas que realmente deram o pontapé de saída; para uma coisa que não tinha ainda um nome bem definido. Essa indefinição também podemos considera-la como a “originalidade” em estado bruto. Mas que pode ser aplicada a casos mais particulares e até mais orgânicos.

    Quando aparecem os nomes que regra geral associamos com o Metal estão já definidas estratégias; regras; uma boa industria; infra-estruturas e uma geração com meios para produzir estas coisas dentro de um determinado nicho de mercado.


    Por isso mesmo faço um “alerta” a algumas pessoas que possam ser mais sugestionáveis ou “sensíveis” no que concerne às paixões e a vontade de fazer a diferença. Isto já passou – embora vivamos sob os desígnios das portas que se abriram nesta década – mas foi importante para termos o leque de opções que hoje temos. O que interessa ficar aqui retido é que tendo em conta os constrangimentos que nos são característicos como sociedade (Portugal), acabamos por não vivenciar estes movimentos no momento em que eles aconteciam. Colhemos então também os frutos desse caminho. Muito embora tenhamos também as nossas “obras” – mais tímidas – que foram criadas sob o “peso” dos nossos constrangimentos. Todas as nações têm e tiveram as suas “prisões”.

    Ainda é possível fazer muitas e boas coisas; existem é regras bem definidas para faze-las e é difícil de lhes fugir como já aconteceu neste passado recente que estou aqui a apresentar.

    Por outro lado já pensei a mesma coisa – este tópico pode estar deslocado. Mas essa tarefa de colocar num sítio (no fórum M. PT.), mais adequado; cabe ao administrador e aos moderadores. A ideia é ter uma base de dados referencial e “oficial”que se calhar não se limita bem dentro dos temas gerais. Mas claro que podem comentar à vontade e dar o vosso parecer. Assim também este assunto fica mais enriquecido.

    Também tenho que dar uma satisfação de desculpas – pelo facto de estar a repetir-me – àqueles que já conheciam estas coisas; aos outros só espero que apreciem a iniciativa assim como eu teria apreciado se logo cedo mas tivessem dado a conhecer.
    avatar
    snoozevlc

    Número de Mensagens : 1165
    Idade : 25
    Localização : Vale de cambra
    País :
    Data de inscrição : 19/01/2009

    Re: PRIMÓRDIOS DO METAL

    Mensagem  snoozevlc em 07.11.09 13:39

    King.Babar escreveu:
    snoozevlc escreveu:eu nao li, mas...este topico nao esta um pouco deslocalizado?? :s
    axo q ele ta a falar do antes do metal...

    Sim agora ja vi
    Sorry

    Convidad
    Convidado

    BLIND FAITH

    Mensagem  Convidad em 09.11.09 7:17

    Blind Faith foi uma banda inglesa criada em 1969, e um dos primeiros supergrupos do rock.

    Era composto por músicos integrantes de bandas anteriores e todos já famosos individualmente: Eric Clapton (vocais e guitarra), Ginger Baker (bateria), Steve Winwood (vocal e teclado) e Ric Grech (baixo e violão).

    Clapton e Baker tinham saido do Cream, Winwood do Traffic e Grech do Family. Gravaram apenas um disco.




    Convidad
    Convidado

    BLUE CHEER

    Mensagem  Convidad em 09.11.09 8:32

    Blue Cheer foi um grupo formado em São Francisco, California no fim dos anos 1960 e foi pioneiro do que mais tarde seria o heavy metal e inspirou vários outros derivados da música alternativa, entre eles o Black Sabbath. O rock do grupo era inspirado no blues, no psicodelismo da época, mas isto feito de um modo pesadíssimo pro seu tempo . A banda lançou alguns álbuns entre o final dos anos 1960 e o final dos anos 1970, quando acabou. Mas no fim dos anos 1980 o grupo volta com uma nova formação e até hoje continua na ativa. O Blue Cheer desde sua formação aliava em suas músicas o desenrolar do Blues e efeitos pesadíssimos de guitarra asemelhando-se muito com as primeiras bandas de heavy metal , em que os guitarrristas cada vez mais inventavam efeitos e jeitos diferentes de tocar, tocando até mesmo notas que antes eram consideradas satânicas . Como a quinta nota simples ou diminuida tão explorada por Tony Iommi (guitarrista do Black sabbath ). uma música que define bem o som do Blue Cheer é a rock me baby.







    Convidad
    Convidado

    BUBBLE PUPPY

    Mensagem  Convidad em 09.11.09 8:59

    Bubble Puppy era uma banda de garagem de rock psicadélico dos anos 1960 que gravaram apenas um disco, Gathering of Promises. A banda era composta por Roy Cox, David Fore, Todd Potter e Rod Prince. É originalmente do Texas, e mais tarde teve outra formação com o nome de Demian.






    Convidad
    Convidado

    THE WHO

    Mensagem  Convidad em 11.11.09 0:58

    The Who é uma banda de rock britânica surgida em 1964. A formação original era composta por Pete Townshend (guitarra), Roger Daltrey (vocais), John Entwistle (baixo) e Keith Moon (bateria). O grupo alcançou fama internacional, tornou-se conhecido pelo dinamismo de suas apresentações e passou a ser considerado uma das maiores bandas de rock and roll de todos os tempos.Eles também são julgados pioneiros do estilo, popularizando entre outras coisas a ópera rock (principalmente com Tommy), sob a liderança de Pete Townshend.

    No princípio de sua carreira a banda ficou famosa por arrebentar completamente seus instrumentos no final dos shows (especialmente Townshend, cuja destruição de guitarras tornar-se-ia um clichê do rock, e o infame e alucinado Keith Moon, mandando seu kit de bateria pelos ares). Seus primeiros álbuns mod, repletos de canções pop curtas e agressivas, os distintos power chords de Townshend e temas recorrentes de rebelião juvenil e confusão sentimental, foram influências primordiais no surgimento do punk rock e do power pop.

    A era clássica do Who (e segundo alguns a própria banda), terminou em 1978 com a morte de Keith Moon
    Década de 1960


    Primórdios
    A primeira banda que pode ser considerada a base do Who foi um grupo de "trad jazz" montado por Pete Townshend e John Entwistle, chamado The Confedereates. Townshend tocava banjo e Entwistle trompa (instrumento que ele continuaria a usar no Who e em sua carreira solo). O guitarrista Roger Daltrey conheceu Entwistle na rua (enquanto este último carregava seu baixo pendurado no ombro) e o chamou para entrar para sua banda. Entwistle concordou e sugeriu Townshend como guitarrista rítmico.
    No princípio essa banda era conhecida como The Detours. Assim como muitos de seus contemporâneos britânicos, o grupo era fortemente influenciado pelo blues americano e country music, inicialmente tocando mais rhythm and blues. A primeira formação consistia de Roger Daltrey na guitarra base, Pete Townshend na guitarra rítmica, John Entwistle no baixo, Doug Sandom na bateria e Colin Dawson nos vocais. Depois de Dawson deixar a banda, Daltrey assumiu sua vaga e Townshend se tornou o único guitarrista. Em 1964 Doug Sandom saiu do grupo, e Keith Moon se tornou seu baterista.

    O Detours mudou de nome para "The Who" em 1964 e, com a chegada de Keith Moon, a formação estava completa. No entanto, por um breve período em 1964, sob a direção do afamado mod Peter Meaden, eles mudaram de nome novamente, agora para High Numbers, lançando o compacto "Zoot Suit / I'm The Face", designado para atrair o público mod. Com o fracasso do compacto, a banda demitiu Meaden e retornou ao nome The Who, passando a ser empresariada por Chris Stamp e Kit Lambert. Pouco depois conseguiram se tornar uma das bandas mais populares entre os mods britânicos.

    Em setembro de 1964, na Railway Tavern em Harrow and Wealdstone, Inglaterra, Pete Townshend destruiu sua primeira guitarra. Tocando num palco alto demais, o estílo físico das performances do guitarrista resultaram no rompimento do corpo de seu instrumento, quando ele se chocou contra o teto. Furioso com as risadas da platéia, Townshend arrebentou a guitarra em pedaços, pegou uma Rickenbacker de doze cordas e continou o concerto. Por conta disso, o público no show seguinte aumentou consideravelmente, mas ele se recusou a destruir outro instrumento. Ao invés disso, Keith Moon foi quem arrebentou seu kit de bateria.A destruição de instrumentos tornar-se-ia um destaque dos shows ao vivo do Who pelos próximos anos, e o incidente na Railway Tavern acabaria entrando para a lista de "50 Momentos que Mudaram a História do Rock 'n' Roll" da Rolling Stone.

    O grupo logo se cristalizaria ao redor das composições de Townshend (embora Entwistle também contribuísse com suas canções). Townshend era o centro das tensões da banda, esforçando-se sempre para surgir com idéias inovadoras e reflexivas enquanto Daltrey preferia o material mais agressivo e enérgico e Moon a surf music norte-americana.



    Convidad
    Convidado

    THE DOORS

    Mensagem  Convidad em 11.11.09 1:25

    The Doors foi uma banda de rock norte-americana dos fins da década de 1960 e princípio da década de 1970. O grupo era composto por Jim Morrison (voz), Ray Manzarek (teclados), Robby Krieger (guitarra) e John Densmore (bateria). A banda ainda recebeu influências de diferentes estilos musicais, como o blues, jazz, flamenco e a bossa nova.

    Canções como "Break on Through (To the Other Side)", "Light My Fire", "People Are Strange" ou "Riders on the Storm", aliadas à personalidade e escândalos protagonizados por Jim Morrison, contribuíram de sobremaneira para o aumento da fama do grupo.

    Após a dissolução da banda no início da década 70, e especialmente desde a morte de Morrison em 1971, o interesse nas músicas dos Doors tem-se mantido elevado, ultrapassando mesmo por vezes o que o grupo teve enquanto esteve activo. Em todo o mundo, os seus discos e DVDs já venderam mais de 75 milhões de cópias, e continuam a vender cerca de 2 milhões anualmente.






    Convidad
    Convidado

    THE ROLLING STONES

    Mensagem  Convidad em 11.11.09 9:57

    Os Rolling Stones é uma banda de rock inglesa formada em 25 de Maio de 1962, e que está entre as bandas mais antigas ainda em atividade. Ao lado dos Beatles, foram considerados a banda mais importante da chamada Invasão Britânica ocorrida nos anos 1960, que adicionou diversos artistas ingleses nas paradas norte-americanas.

    Formado por Brian Jones, Keith Richards, Mick Jagger, Bill Wyman e Charlie Watts, o grupo calcava sua sonoridade no blues. Em mais de quarenta anos de carreira, hits como (I Can't Get No) Satisfaction, Start Me Up, Sympathy For The Devil, Jumping Jack Flash, Miss You e Angie fizeram dos Stones uma das mais conhecidas bandas do rock mundial, levando-a a enfrentar todos os grandes clichês do gênero, desde recepções efusivas da crítica até problemas com drogas e conflito de egos, principalmente entre Jagger e Richards. Os Rolling Stones já venderam mais de 500 milhões de álbuns no mundo inteiro.

    Tudo começou em 1960, quando os dois amigos de infância, Mick e Keith, se reencontraram em um trem na estação de Dartford, Inglaterra, e descobriram um interesse em comum por blues e rock and roll. Foram convidados pelo guitarrista Brian Jones em 1962 a montar a definitiva banda de R&B branca, que se chamaria The Rolling Stones, inspirado no nome de uma canção de Muddy Waters, Rollin' Stone, cujo nome foi utilizado oficialmente, pela primeira vez, em sua apresentação no Marquee Club de Londres em 12 de julho de 1962.

    O pianista Ian Stewart, amigo de Brian, seria o co-fundador da banda, mas porque sua imagem pessoal não tinha o devido sex-appeal, ele seria rebaixado a gerente de palco, com direito a gravar com a banda mas não de posar como membro. Bill Wyman, que embora já vivesse da noite há muito mais tempo que os demais, seria acrescentado à banda por um motivo fútil: possuía mais de um amplificador. Em janeiro de 1963, Charlie Watts assumiria definitivamente a bateria. A boa repercussão nas apresentações ao vivo somadas à habilidade promocional de seu empresário, levou a banda a um contrato com a Decca Records (então a piada do ano por ter recusado um contrato com os Beatles). Seu empresário promove a banda com uma imagem de rebeldes e cria a pergunta: Você deixaria sua filha se casar com um Rolling Stone?.

    Os primeiros singles, um cover de uma canção de Chuck Berry e Muddy Waters de cada lado, Come On/I Want To Be Loved, e uma gravação para uma composição da dupla John Lennon e Paul McCartney, I Wanna Be Your Man, foram bem aceitos. O primeiro álbum, chamado simplesmente The Rolling Stones, saiu em abril de 1964, contendo apenas uma composição de Jagger e Richards. Apenas com Tell Me (You're Coming Back), lançado em junho de 1964, é que uma composição da dupla seria lançada como lado A de um compacto. A partir daí, pouco a pouco o material próprio começou a ser valorizado, tendo em Out Of Our Heads, de 1965, o primeiro de uma série de discos basicamente de composições da dupla Jagger-Richards. É nesse ano que a banda lança seu maior hit em todos os tempos, (I Can't Get No) Satisfaction.

    Com o álbum Aftermath, de 1966, a banda começaria uma fase de músicas mais longas e de arranjos mais elaborados. O flerte com o rock psicodélico e experimental teria seu ápice em Their Satanic Majesties Request, de 1967. Com Beggar's Banquet (1968) haveria a volta ao estilo mais próximo ao R&B que os fizeram famosos. São desta época dois dos maiores hits da banda, Jumpin' Jack Flash, que só saiu como compacto e a controversa Sympathy For The Devil - que Mick disse ter se inspirado em uma visita a um centro de candomblé na Bahia - música responsável pela maior parte das acusações de satanismo que a banda iria sofrer desde então.

    Em 1969 Brian Jones oficialmente abandona os Stones, sendo substituído por Mick Taylor (que havia tocado com o John Mayall's Bluesbreakers). Poucos dias depois de sua saída, Brian Jones seria encontrado morto afogado na piscina de sua casa em Sussex, em circunstâncias até hoje pouco esclarecidas. Existem duas versões: que ele se afogou sob influência de drogas e álcool, ou que ele foi afogado propositalmente por um dos empreteiros contratados para fazer obras na propriedade. Entretanto, em 1993, um empreteiro conhecido como Frank, assumiu em seu leito de morte ter assassinado Brian Jones através de afogamento. Embora houvesse sido planejado muito tempo antes, dias depois a banda realizou um concerto memorável no Hyde Park, em Londres, diante de um público de 300 mil pessoas, que acabou tendo um significado especial além da apresentação do pouco conhecido novo guitarrista, Mick Taylor. O show aconteceu num palco decorado com uma enorme foto colorida e estourada de Jones. Jagger, vestido de branco, interrompeu a apresentação para ler uma passagem do poema Adonais de Percy Bysshe Shelley, em memória do amigo problemático. Enquanto mais de 3.000 borboletas brancas eram soltas do palco para a platéia emocionada. Os Stones pareciam ter chegado ao fim de uma era. Sem imaginar que a próxima tragédia estava bem próxima.

    Em 6 de dezembro de 1969, o grupo chegou a Altamont, na Califórnia, para uma grande apresentação ao ar livre - com uma platéia pelo menos duas vezes maior do que a do Hyde Park. Bem antes dos Stones subirem no palco já havia problemas. A segurança do espetáculo estava sob a responsabilidade de um bando de Hell`s Angels de São Francisco, uma gangue de motoqueiros grossos e arrogantes que não sentiam nada a não ser desprezo pela multidão de mais de 500 mil hippies. Qualquer um que tentasse subir no palco era agredido e escorraçado de volta para a platéia por Angels que portavam tacos de sinuca. Durante a apresentação da banda Jefferson Airplane, que antecedeu a atração principal, fãs estavam sendo carregados para as cabanas da Cruz Vermelha em maior quantidade do que os médicos de plantão podiam dar conta. Quando os Rolling Stones finalmente foram se apresentar, a multidão ficou histérica, e os Hell`s Angels reagiram ficando ainda mais selvagens. Durante a execução de Under My Thumb (e não Sympathy for The Devil como muita gente acredita), um jovem negro, Meredith Hunter, foi assassinado com uma punhalada nas costas. Os Stones tinham noção de que alguma coisa havia acontecido, embora do palco fosse difícil dizer exatamente o quê. No dia seguinte é que os Rolling Stones descobriram que quatro pessoas (incluindo Meredith Hunter) haviam morrido naquele dia. Há versões de que Meredith foi agredido pelos Hell`s Angels por estar acompanhado de uma linda loira, mas ele estava armado com um revolver e o assassino, Alan Passaro, foi julgado alguns anos depois e inocentado por legítima defesa. O que aconteceu naquele dia fatídico está registrado no filme Gimme Shelter, de 1970. Ainda em 1969 os Stones lançaram Let It Bleed (título geralmente visto como sátira a Let It Be, dos Beatles, disco que de fato só seria lançado seis meses depois). Em 1970 sai Get Your Ya-Ya's Out, o primeiro disco ao vivo, com estéreo autêntico e alta fidelidade, gravado de sua apresentação no Madison Square Garden, em Nova York.


    Convidad
    Convidado

    THE BEATLES

    Mensagem  Convidad em 14.11.09 11:07

    The Beatles foi uma banda de rock de Liverpool, Inglaterra, com suas raízes no final da década de 1950 e formada na década de 1960,[1][2] constituída por Paul McCartney (baixo, piano e vocais), John Lennon (guitarra, piano e vocais), George Harrison (guitarra solo e vocais) e Ringo Starr (bateria e vocais). Os "garotos de Liverpool", ou "Fab Four" ("Quarteto Fantástico"), como eram chamados, obtiveram fama, popularidade e notoriedade até hoje inéditas para uma banda musical, e se tornaram a banda de maior sucesso e de maior influência do século XX.[1][2][3][4][5]

    Embora inicialmente o estilo musical do grupo tenha sido influenciado pelo rock and roll e pelo skiffle dos anos 1950, a banda explorou durante a carreira gêneros que vão de rock melódico a rock psicodélico.[a] O grupo liderou a "Invasão Britânica" nos Estados Unidos, no início da década de 1960.[2] Suas vestimentas, seus cortes de cabelo e sua crescente consciência social exerceram forte influência sobre a juventude da época; criou-se o termo "beatlemania" para designar o intenso fanatismo pela banda demonstrado pelos jovens.[6][7] Após a banda se separar em 1970, os quatro membros iniciaram carreiras solo de sucesso.

    Considerado o grupo musical mais bem-sucedido da história, sendo os seus membros aclamados por público e crítica, com mais de um 500 milhões de álbuns vendidos em todo o mundo,[8] e com 27 canções que atingiram o primeiro lugar nas paradas de sucesso apenas nos Estados Unidos da América,[9] além de conseguirem ocupar em determinado momento os cinco primeiros lugares em meados de 1964[10] — números recordes até os dias atuais — os Beatles influenciaram e ainda influenciam bandas do mundo todo. Após 40 anos da banda se separar eles ainda continuam batendo recordes de vendas. Os discos remasterizados dos Beatles foram lançados no dia 9 de setembro de 2009 e em apenas 5 dias mais de 2,5 milhões de álbuns já haviam sido vendidos. Pela inventividade e originalidade em suas canções, John Lennon e Paul McCartney formaram a mais celebrada e famosa dupla musical de todo o planeta.

    avatar
    Olaf Azmun-Biköh

    Número de Mensagens : 1558
    Idade : 27
    Localização : Eborae
    País :
    Data de inscrição : 22/06/2009

    Re: PRIMÓRDIOS DO METAL

    Mensagem  Olaf Azmun-Biköh em 14.11.09 19:52

    Kansas, um banda de rock progressivo Norte Americana. Têm sucessos como "Carry On Wayward Son" e "Dust In The Wind".



    Conteúdo patrocinado

    Re: PRIMÓRDIOS DO METAL

    Mensagem  Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: 23.06.18 6:33